✻️

Pulmão de aço

O primeiro respirador artificial foi desenvolvido por Philip Drinker, nos anos 1920. Esta máquina, que recebeu o nome popular de “pulmão de aço” por sua configuração de cilindro metálico, atua por meio de variações de pressão positiva e negativa, simulando o movimento da caixa torácica e do diafragma no processo de respiração. Era utilizado em caso de insuficiência respiratória grave, forçando os movimentos de respiração natural pelo paciente – que ficava com a cabeça para fora do cilindro de maneira a absorver o ar natural.

Foi muito usado no tratamento de complicações respiratórias geradas pela poliomielite ou “paralisia infantil”, doença provocada por vírus que pode atacar o sistema nervoso, levando à paralisia muscular dos membros inferiores. Este exemplar pertenceu ao Hospital Municipal Jesus, localizado no bairro de Vila Isabel, na Zona Norte do Rio de Janeiro (RJ).